quinta-feira, dezembro 22, 2011

Solstício de Inverno 2011

Ainda vão quentes e de Sol radioso estes dias do início de Inverno. 
Mas neste dia 22 de Dezembro de 2011 assinala-se um fenómeno que recordamos, de olhos virados para Sul, em direcção à Praia da Boca do Rio.
Segundo o «Observatório Astronómico de Lisboa», «Em 2011 o Solstício ocorre no dia 22 de Dezembro às 05h30m. Este instante marca o início do Inverno no Hemisfério Norte, Estação mais fria do ano. Esta estação prolonga-se até ao próximo Equinócio que ocorre no dia 20 de Março de 2012 às 05h14m.
Solstícios: pontos da elíptica em que o Sol atinge as posições máxima e mínima de altura em relação ao equador, isto é, pontos em que a declinação do Sol atinge extremos: máxima no solstício de Verão e mínima no solstício de Inverno.
A palavra de origem latina (Solstitium) está associada à ideia de que o Sol devia estar estacionário, ao atingir a sua mais alta ou mais baixa posição no céu».

sexta-feira, dezembro 16, 2011

Budens, vista para nascente

Esta é uma vista captada junto ao «Moinho de Cima», da Estrada Nacional 125, em direcção a Lagos e a nascente.

quarta-feira, dezembro 14, 2011

Cogumelos, petisco que pode ser mortal

Por esta altura do ano, quando os cogumelos começam a despontar nos nossos campos, alguns dos nossos amigos e vizinhos colhem-nos, com vista a preparem um «petisco» raro e exótico.
Se por um lado os cogumelos são muito saborosos, por outro, há espécies que quando consumidas se podem revelar como mortais. Resta acrescentar que alguns «métodos de identificação» popular (ou crenças...) não são válidos e não devem ser prosseguidos em qualquer circunstância. A melhor regra deve ser seguida em caso da mínima dúvida é: não se colhe!
Para os apreciadores deste manjar requintado recomendamos a inscrição e visualização atenta ao fórum «Cogumelos de Portugal», que tem como principal objectivo a disseminação do conhecimento sobre cogumelos e outros fungos existentes no mundo, com Portugal em destaque.

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Amendoeiras em flor

A Primavera ainda vem longe, mas na nossa aldeia algumas amendoeiras já floriram.
E esse é um bom pretexto para recordamos a lenda das amendoeiras em flor:
«Há muitos e muitos séculos, antes de Portugal existir e quando o Al-Gharb pertencia aos árabes, reinava em Chelb, a futura Silves, o famoso e jovem rei Ibn-Almundim que nunca tinha conhecido uma derrota. 
Um dia, entre os prisioneiros de uma batalha, viu a linda Gilda, uma princesa loira de olhos azuis e porte altivo. Impressionado, o rei mouro deu-lhe a liberdade, conquistou-lhe progressivamente a confiança e um dia confessou-lhe o seu amor e pediu-lhe para ser sua mulher. 
Foram felizes durante algum tempo, mas um dia a bela princesa do Norte caiu doente sem razão aparente. Um velho cativo das terras do Norte pediu para ser recebido pelo desesperado rei e revelou-lhe que a princesa sofria de nostalgia da neve do seu país distante. 
A solução estava ao alcance do rei mouro, pois bastaria mandar plantar por todo o seu reino muitas amendoeiras que quando florissem as suas brancas flores dariam à princesa a ilusão da neve e ela ficaria curada da sua saudade. 
Na Primavera seguinte, o rei levou Gilda à janela do terraço do castelo e a princesa sentiu que as suas forças regressavam ao ver aquela visão indescritível das flores brancas que se estendiam sob o seu olhar. O rei mouro e a princesa viveram longos anos de um intenso amor esperando ansiosos, ano após ano, a Primavera que trazia o maravilhoso espectáculo das amendoeiras em flor».
(lenda retirada deste blogue)

domingo, dezembro 11, 2011

Sê bem-vinda, Leonor

Sê bem-vinda, Leonor. Sê bem-vinda a Gaia, a Deusa grega suprema da Terra – Gaia, o nosso Planeta, que muitos teimam em maltratar.
Sê bem-vinda, Leonor, à nossa comunidade.
Sê bem-vinda, Leonor, por seres amada pela tua família maravilhosa e pelos teus amigos e amigas que tanto vos querem.
Sê bem-vinda, Leonor e que sejas sempre feliz, é o desejo mais profundo e sentido.

sábado, dezembro 10, 2011

domingo, novembro 27, 2011

Budens no Google Earth

A aldeia de Budens, tal como aparece no Google Earth.

domingo, novembro 20, 2011

Praia da Salema, anos 70

Esta é uma fotografia da Praia da Salema, captada em meados dos anos 70, do século XX.
Em primeiro plano duas viaturas da época: um Opel Kadett e um  Wolskwagen «Carocha» e mais atrás inúmeros barcos de pesca, com destaque para os calões da «Arte de Xávega».
Note-se, igualmente, a baixa densidade de construção quando comparada com os nossos dias.

quinta-feira, novembro 17, 2011

Vista aérea de Budens, anos 80

Esta é uma fotografia de Budens, captada de avião, nos anos 80 do século XX.
Em destaque está a escola primária e o espaço compreendido entre as ruas 25 de Abril e do Ramal.
Curiosidades: vê-se parte da asa da aeronave e a sua sombra no solo (eventualmente poderia ser um Cessna); pela cor dos terrenos e pela ausência de verdura nos campos deverá ter sido fotografada em no período estival e, por último, ainda se estavam a construir habitações na Rua do Ramal.

terça-feira, novembro 15, 2011

Noite de trovoada

Fez uma «boa» trovoada na passada segunda-feira, cá pela aldeia, e o João Pico, à chuva, tratou de a fotografar com a mestria que se lhe reconhece.

domingo, novembro 13, 2011

Magusto de 2011, na Sociedade de Budens

Passou-se mais um ano, mas a tradição de se celebrar o São Martinho continua viva cá por Budens e na nossa Sociedade de Instrução e Recreio, com boas castanhas e o bom vinho oferecido pelo nosso amigo e vizinho Rogério Freitas.
José Ramos acendeu o lume para a assada e, ao balcão, José Candeias, Ilídio Ferreira (presidente da direcção da nossa Sociedade) e o próprio José Ramos, ao balcão, saboreiam-nas.
 O nosso amigo e vizinho Assildo (à esquerda), um dos menos jovens da nossa aldeia juntou-se à celebração do São Martinho, bem como João Fonseca e o Zeca.
Antes de se comerem as castanhas cozidas e assadas ainda houve tempo para uma partida de «Sol», com os amigos Assildo, Pico e António e a atenção ao jogo de José Ferreira e de Acácio, enquanto Josino dava bons conselhos ao João.
Na cozinha, João Fonseca e José Ramos preparam uma «tiborna», com muito azeite e alho e um pão acabado de sair do forno. E na conversa recordou-se a propósito e com saudade o nosso amigo Armindo, entretanto desaparecido do nosso convívio.
Ao balcão e de serviço, o Jean Carlos aproveitou uma folga para matar a fomeca...
Em salutar convívio, cumpriu-se mais uma vez a tradição de se celebrar o São Martinho, cá por Budens.

sexta-feira, novembro 11, 2011

Na Praia da Salema, anos 70

Uma boa recordação de um dia bem passado na Praia da Salema, nos inícios dos anos 70. 
Dois amigos de sempre, Carlos Mesquita e Fernando Marreiros brincavam nos barcos dessa aldeia, que então tinha na pesca a sua actividade principal.

quarta-feira, novembro 09, 2011

Ballet na nossa aldeia

Segundo o Jornal do Algarve, a «professora. Maria João Alcobia, que desde os seis anos desenvolveu a sua formação no ballet clássico com Gwen Morris, está de regresso a Lagos para ensinar no Morris Estúdio de Ballet.
A nova professora regressa a “casa” depois de completar os exames da Royal Academy of Dance (em Londres) e de ter frequentado a Escola Superior de Dança de Lisboa, onde tirou a licenciatura no ramo de educação.
Mais tarde, Maria João Alcobia foi membro fundador da Companhia de Dança Amalgama, com funções de bailarina, monitora e produção. A partir deste ano lectivo é assim professora no Estúdio de Ballet Gwen Morris, que funciona em espaço próprio desde 1993».
E agora traz também a beleza do Ballet até Budens.

segunda-feira, novembro 07, 2011

sábado, novembro 05, 2011

Perceves

Estas imagens de percebeiros e da apanha do perceve (Pollicipes pollicipes) foram captadas na Carrapateira, no concelho vizinho de Aljezur.
Muitos amigos e vizinhos da nossa freguesia e concelho capturam esta delícia do mar, uma das mais saborosas, mas que não chega a todas as mesas devido ao seu preço elevado, que se justifica pela dureza e perigo da apanha, bem como por uma discutível escassez e regulamentação de captura muito contestada.
(Mais informação disponível seguindo esta ligação)

quinta-feira, novembro 03, 2011

Calão da «Arte de Xávega», da Salema

Esta é uma fotografia do calão Alcindo Pereira, que conhecemos ainda em actividade na «Arte de Xávega», na Praia da Salema e que hoje se encontra exposto no Museu da Marinha, em Lisboa.
Nesta «arte» tradicional de pesca, os pescadores e os que não eram juntavam-se para a captura do peixe. O «calão» saía da praia, deixando uma corda em terra, afastava-se e navegava até outra zona da praia, onde deixava a outra ponta do cabo. O barco voltava então à praia, onde a rede com o saco era puxado para terra, no esforço conjunto de homens e mulheres. No mar ficava um «bote», no meio da arte, que dava sinal para terra, no controlo da rede com o saco, de modo a que os dois grupos fizessem um esforço igual. O mestre, em terra, dava ordens: «Ala a mão da vante» (o cabo inicialmente em terra) e «ala a mão da panda» (a cabo que chega a terra).
Depois de capturado, o peixe era repartido por todos os que tinham ajudado nesta labuta, embora o melhor e a maior parte ficasse para o dono da arte e do calão. Mas, desta forma, as pessoas que ajudavam também tinham peixe fresco para a sua alimentação.
Hoje, esta «arte» ainda se pratica e pode ser vista na Meia-praia, em Lagos, pela tenacidade e persistência de José Bala (ver seguindo esta ligação e esta, em especial).
(informações de José Ferreira)

segunda-feira, outubro 31, 2011

Elvira Ramos e lindas rendas

A nossa amiga e vizinha Elvira Ramos, à porta da sua casa, em Budens, montava a sua banquinha onde expunha os seus belos trabalhos de renda.

sábado, outubro 29, 2011

Equipa de futebol feminino, em 1995

Esta foi a equipa de futebol feminino de Budens que participou na «Maratona» de futebol de cinco, que se realizou em Lagos, em Junho de 1995.
A nossa equipa, com o patrocínio de Alcides Catarino, ficou em quarto e último lugar nessa maratona.
A equipa foi treinada por Jorge (Rato) e por Rui (Viet) - na foto em pé e era constituída por Sandra Oliveira, Nina Abbott, Idalete, Paula Oliveiros E Hélia (em pé e da esquerda para a direita).
Em baixo e da esquerda para a direita: Ana Rita, Susana Ricardo, Susana, Marta, Célia e Elvira.

domingo, outubro 09, 2011

Atitudes

 Foi neste lindo estado, que os transeuntes destas duas ruas as encontraram no dia 5 de Outubro,
feriado nacional e que coincide com a feira anual de Budens.
Onde chega a falta de bom senso das pessoas, que para além do lixo habitual ainda se dão ao desplante de jogarem para o chão peixe, que rapidamente ficou cheio de moscas e com um cheiro repugnante.
Agora pergunto, será que quem fez isto gostaria de ter á sua porta o mesmo cheiro que os outros tiveram que gramar?
Já o caso da outra rua, será que ainda não perceberam que não é permitido por entulho naquele sitio?

quarta-feira, outubro 05, 2011

Feira de Budens 2011

Longe do esplendor e das grandes afluências de outrora, a Feira de Budens realizou-se hoje, dia 5 de Outubro de 2011, mantendo-se viva a tradição.
Lê-se na Wkipédia que «A história da humanidade está repleta de referências a feiras. Não se sabe ao certo onde e quando apareceu a primeira feira, no entanto há dados que nos permitem afirmar que em 500 a.C. já havia feiras no Médio Oriente, nomeadamente em Tiro.As primeiras referências a feiras aparecem misturas com referências ao comércio, às festividades religiosas e aos dias santos. As feiras sempre revelaram um carácter comercial desde o início. Mercadores de terras distantes juntavam-se, trazendo os seus produtos autóctones para troca por outros. É também evidente que a religião andou de mãos dadas com o comércio. A palavra latina feria, que significa dia santo, feriado, é a palavra que deu origem à portuguesa feira, à espanhola feria ou à inglesa fair».
(clicar nas imagens para melhor visualização)

terça-feira, setembro 27, 2011

Algarve: Levantada proibição banhos praias micro alga tóxica

Do Diário Digital: 
«terça-feira, 27 de Setembro de 2011 | 18:08
A proibição de banhos em 11 praias de Lagos e Vila do Bispo devido a uma micro alga tóxica foi hoje à tarde levantada por já não haver perigo para a saúde pública, disse fonte da Autoridade Marítima.
A proibição vigorava desde sexta-feira, mas as análises hoje conhecidas indicam que a percentagem de micro algas na água é «diminuta», referiu a mesma fonte à Lusa, o que levou a Direção Regional de Saúde a levantar a interdição.
A micro alga, de nome científico «ostreopsis», pode causar problemas respiratórios, conjuntivites e dermatites aos banhistas, sendo a sua presença em águas algarvias um fenómeno raro. Diário Digital / Lusa».

segunda-feira, setembro 26, 2011

Praias proibidas a banhos

Notícia do Jornal de Notícias:
«A prática balnear foi proibida, esta sexta-feira, em onze praias algarvias dos concelhos de Lagos e Vila do Bispo devido à detecção de uma microalga produtora de toxinas prejudiciais à saúde humana, disse fonte da autoridade marítima.
A microalga em questão, com a designação científica ostreopsis, foi identificada em análises efectuadas nos últimos dias pelo Instituto de Investigação das Pescas e do Mar (IPIMAR).
As praias afectadas são D. Ana, Camilo, Porto de Mós, Luz (concelho de Lagos), Burgau, Cabanas Velhas, Boca do Rio, Salema, Furnas, Zavial e Ingrina (concelho de Vila do Bispo).
A microalga em causa, de nome ostreopsis, é originária do Mar Mediterrâneo e pode causar problemas respiratórios, conjuntivites e dermatites, adiantou a mesma fonte à Lusa».

domingo, setembro 18, 2011

sábado, setembro 10, 2011

Dia de feira

Em dia de feira, (neste caso a feira de Budens) as raparigas da aldeia e arredores vestiam a sua melhor roupa para passearem entre tendas e carroceis. Esta foto foi tirada nos anos 50 e foi-nos gentilmente cedida pela D. Odete.

sexta-feira, setembro 09, 2011

Praia da Salema, 1978

A Praia da Salema, na freguesia de Budens, foi no passado um importante centro piscatório do nosso concelho, a par com Burgau e Sagres.
Comparando com o passado, hoje as capturas são pouco significativas e é na actividade turística que assenta a economia local. Nesta imagem de 1978, que encontrámos na Internet, podemos recordar como era nesse ano.
Para recuar mais na «máquina do tempo», recomendamos uma visita ao blogue Vila do Bispo Fotos Antigas.

quarta-feira, setembro 07, 2011

Mar de «prata»

A nossa costa é assim, e é linda. E, em certos dias, o mar tem a cor da prata e reflecte o brilho dourado do Sol.
(fotografia daqui

sábado, setembro 03, 2011

À nora

Esta é uma das muitas «noras» que existiam a caminho da praia da Boca do Rio e que hoje, na larga maioria, se encontram abandonadas.
A Wikipédia explica que a «Nora é um engenho ou aparelho para tirar água de poços ou cisternas. É constituído por uma roda com pequenos reservatórios ou alcatruzes.
(...) Tradicionalmente as noras são engenhos de tracção animal. Estes engenhos vieram em muitos casos substituir a picota ou cegonha anteriormente utilizados como engenhos principais para tirar água na Península Ibérica onde se pensa que tenham sido introduzidos pelos árabes».
Quem se recorda das hortas viçosas que se faziam ali (e também de alguma fruta «desviada» pela rapaziada), bem como dos banhos nos tanques à vinda da praia, não deixa de sentir alguma tristeza e nostalgia pelo abandono dos campos e de peças como a mostrada na fotografia. 

quinta-feira, setembro 01, 2011

Joaquim Martins e «Bolinhas» à sombra do Moinho da Torre

Em homenagem ao nosso saudoso amigo e conterrâneo Joaquim Martins, acompanhado pela sua inseparável «Bolinhas», fiel «canita» que apanha quase todas as pedras que lhe passam pela frente, em dia de calor à sombra do Moinho da Torre, ou da D. Leonor, em Budens, fica hoje esta imagem retirada daqui.

terça-feira, agosto 30, 2011

Praia da Boca do Rio

BOCA DO RIO 
(Rascunho do Dr. Formosinho)Para o Relatório sobre a Boca do Rio
p/ o Consº Superior de B. Artes
«Quando eu era rapaz recordo-me que por várias vezes fui ao local denominado Boca do Rio. freg.ª de Budens, Concelho de Vila do Bispo, onde via umas paredes velhas que ora estavam a descoberto, ora desapareciam porque o mar as cobria com areia. 
Recordo-me também de por mais de uma vez ter visto lindos chãos de mosaico em alguns dos compartimentos, quando o mar se lembrava de fazer limpeza àquelas vetustas relíquias. A idade não permitia que lhes ligasse a devida importância. 
Passaram-se os anos. Comecei a entusiasmar-me por velharias, infelizmente muito tarde; e em 1930 quando voltei a esse local com vontade de estudar o que ainda conservava na memória, verifiquei com desgosto que já quase tudo tinha sido engulido pelo mar e que o único dos quatro chãos de mosaico, citados por Estácio da Veiga, que existia, já o mar entrara com ele e o começava a destruir. Faltava.lhe um pequeno bocado que corresponderia à sua vigésima parte. Dei o grito de alarme. Ninguém me quis ouvir. E quando em 1933 consegui da Câmara Municipal de Lagos uma verba para salvar o que ainda existisse d’essa relíquia do passado, já ela se achava reduzida a pouco mais de um terço! Tudo quanto lá estava pode ver-se hoje no pequeno Museu que a Câmara aqui criou e que me esforço por organizar».
(este texto foi retirado deste blogue, merecedor de consulta e de análise crítica. De ano para ano acentua-se a degradação deste espaço que poderia e deveria ser merecedor de outro cuidado que não tem sido prestado pelo IGESPAR).

domingo, agosto 28, 2011

Quem se lembra

Estamos de volta. Quero desde já pedir desculpa aos nossos seguidores pela ausencia.


Quem se lembra destes maravilhosos amendoins cobertos de chocolate delicioso?
Andava eu no Ciclo preparatório em Lagos e estes doces eram a delícia da malta.
 Falando dos conguitos há tempos no café um amigo nosso revelou-nos que não conhecia, então decidimos dar a conhecer esta maravilha.

 E também nós fomos surpreendidos com a nova embalagem dos conguitos ao que parece ele arranjou uma companheira.

segunda-feira, junho 27, 2011

Final do Torneio Internacional de Karaté - confraternização

Neste sabado 25 de Junho de 2011,  foi efectuado na Sociedade Recreativa de Budens um almoço convivio para assinalar o final do torneio de karaté, actividade essa administrada pela Mestre Susana Mendes nesta colectividade  e na sociedade de Sagres também. Onde estiveram presentes o Comité Do Karaté e seus respectivos mestres, pais e alunos e a Direcção da Sociedade  Recreativa  de Budens  promotora do evento.

terça-feira, junho 07, 2011

Urbanização Caminho do Infante



As ruas da Urb. Caminho do Infante estão em péssimo estado, quem lá mora tem de ter muita agilidade para conseguir desviar-se dos buracos.
Não sei quem são os responsáveis pela manutenção das ruas desta urbanização, mas que deviam ir dar uma volta por lá para verem com os próprios olhos, deviam. 

domingo, junho 05, 2011

Praia da Salema

Vão bonitos os dias pelas bandas do nosso barlavento algarvio e a convidarem a «banhos de praia». A da Salema, na nossa freguesia, é um dos locais mais procurados por muitas pessoas, não só turistas como de cá. 
Nesta imagem retirada do Panoramio entende-se o porquê...

sexta-feira, junho 03, 2011

Sebastião Lucas «Paquito»

Recordamos mais uma vez Sebastião Correia Lucas «Paquito» com muitas saudades.
Nestas duas imagens, está a «aviar» a clientela na sua «venda / tasca / oficina de sapateiro».

quarta-feira, junho 01, 2011

Dia da Criança

Hoje, em que se assinala o Dia da Criança, trazemos a fotografia em criança de um nosso amigo e vizinho e deixamos o desafio a que o identifiquem (comentários disponíveis no facebook).
Deixamos algumas pistas: 
* hoje usa o cabelo mais curto do que a barba e uns brincos cheios de estilo;
* as calças descaídas são «imagem de marca»;
* faz uso diário da máquina fotográfica;
* e é adepto do Futebol Clube do Porto, vá lá saber-se porquê...

«Declaração dos Direitos da Criança
1º Princípio – Todas as crianças são credoras destes direitos, sem distinção de raça, cor, sexo, língua, religião, condição social ou nacionalidade, quer sua ou de sua família.
2º Princípio – A criança tem o direito de ser compreendida e protegida, e devem ter oportunidades para seu desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, de forma sadia e normal e em condições de liberdade e dignidade. As leis devem levar em conta os melhores interesses da criança.
3º Princípio – Toda criança tem direito a um nome e a uma nacionalidade.
4º Princípio – A criança tem direito a crescer e criar-se com saúde, alimentação, habitação, recreação e assistência médica adequadas, e à mãe devem ser proporcionados cuidados e proteção especiais, incluindo cuidados médicos antes e depois do parto.
5º Princípio - A criança incapacitada física ou mentalmente tem direito à educação e cuidados especiais.
6º Princípio – A criança tem direito ao amor e à compreensão, e deve crescer, sempre que possível, sob a proteção dos pais, num ambiente de afeto e de segurança moral e material para desenvolver a sua personalidade. A sociedade e as autoridades públicas devem propiciar cuidados especiais às crianças sem família e àquelas que carecem de meios adequados de subsistência. É desejável a prestação de ajuda oficial e de outra natureza em prol da manutenção dos filhos de famílias numerosas.
7º Princípio – A criança tem direito à educação, para desenvolver as suas aptidões, sua capacidade para emitir juízo, seus sentimentos, e seu senso de responsabilidade moral e social. Os melhores interesses da criança serão a diretriz a nortear os responsáveis pela sua educação e orientação; esta responsabilidade cabe, em primeiro lugar, aos pais. A criança terá ampla oportunidade para brincar e divertir-se, visando os propósitos mesmos da sua educação; a sociedade e as autoridades públicas empenhar-se-ão em promover o gozo deste direito.
8º Princípio - A criança, em quaisquer circunstâncias, deve estar entre os primeiros a receber proteção e socorro.
9º Princípio – A criança gozará proteção contra quaisquer formas de negligência, abandono, crueldade e exploração. Não deve trabalhar quando isto atrapalhar a sua educação, o seu desenvolvimento e a sua saúde mental ou moral.
10 º Princípio – A criança deve ser criada num ambiente de compreensão, de tolerância, de amizade entre os povos, de paz e de fraternidade universal e em plena consciência que seu esforço e aptidão devem ser postos a serviço de seus semelhantes».

terça-feira, maio 24, 2011

Povo descontente

Foi neste estado que encontrei as placas que indicam o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Estas ficam entre Sines e a Zambujeira do Mar, parece que por lá a malta está um pouco descontente. Porque será???

domingo, maio 22, 2011

Febre da carraça!

Estamos em época de ervas, muitas ervas nos campos, passeios e quintais e onde há ervas e animais há carrapatos.

Ontem quando despia os meus filhotes deparei-me com um carrapato em cada um! Fiquei alarmada e com medo que da próxima vez não veja a tempo!
Assim pensei em colocar aqui o aviso, para que todos tenham o cuidado de verificar se depois de um passeio pelo campo têm carrapatos no corpo.


Este artigo tem bastante informação util sobre o assunto.

AC

terça-feira, maio 10, 2011

Torneio de snooker na Sociedade de Budens

A Sociedade de Instrução e Recreio de Budens, nas pessoas dos seus associados João Fonseca e José Oliveira, organizou um torneio de snooker na sua sede.
Nele participaram 20 jogadores, masculinos e femininos, não só da nossa aldeia, mas também da de Burgau.
As partidas foram animadas e renhidas e o torneio culminou em alegre convívio, à volta da mesa (como se impunha!), numa saborosa feijoada de búzios confeccionada pela nossa amiga e vizinha Elvira Ramos, tarefa em que contou com a colaboração de seu esposo José Ramos e de João Fonseca.
Os três primeiros classificados do torneio, ganho por David Telo, de Burgau (à direita), em pose para a posteridade, junto dos troféus.
Os prémios foram entregues aos presentes por Ilídio Ferreira, presidente da direcção da Sociedade de Instrução e Recreio de Budens, em cerimónia descontraída. A esta seguiu-se amena cavaqueira, na qual se falou do que poderá ser o próximo torneio, que se espera para breve, «limando» alguns detalhes quanto à forma como este decorreu.
Fica o balanço positivo e o desejo que a nossa Sociedade promova uma iniciativa como esta brevemente. Parabéns e agradecimentos a todos por terem participado e pelos bons momentos de convívio que nos proporcionaram.
(clicar nas imagens para melhor visualização)
CJM

terça-feira, maio 03, 2011

Mercado mensal

Hoje foi dia de mercado em Budens, um mercado diferente, com mais cor, mais alegria, mais risos, mais gente. Os meninos da EB1 decidiram montar uma banquinha para angariarem dinheiro para irem passear a Lisboa.
Era a banca com mais cor e variedade. Havia caracóis, nêsperas, compotas feitas pelos meninos, alfaces, ovos caseiros, bolos feitos pelas mamãs, couves, cenouras, pães, panos e paninhos, colares, fios e porta chaves, pregadeiras e ganchinhos, nozes, avelãs, amendoas e laranjas, flores naturais e vasos de plantas semeadas pelos meninos.

Quem foi, viu, comprou, comentou, ajudou, e no fim com os bolinhos dos meninos beberam um café na D. Aurora.
Portugueses e estrangeiros, gente da terra e outros de fora, de passagem ou residentes, todos quiseram participar neste evento que para além de ajudar os meninos da escola também trouxe mais vida ao mercado mensal de Budens.

Com certeza uma iniciativa a repetir.

Posted by Picasa

segunda-feira, abril 25, 2011

Contos á luz do petroil

Cristina Taquelim
Os anfitriões


As maravilhosas mesas


A luz do petroil

Miúdos e graúdos muito atentos a tudo o que foi contado

Sábado, 23 de Abril 2011, vai ficar na memória de muitos certamente. No Moinho da Torre a noite foi memorável, num espaço aconchegante, para os mais pequenos foram momentos únicos e para os mais velhos serviu para recordar os contos da avó.
A Cristina Taquelim é uma contadora excepcional, a forma como conta deixa-nos emocionados.
Quando nos falta a luz ficamos um pouco chateados por não termos nada para fazer, e naquela noite estivemos duas horas mais ou menos a ouvir a Cristina á luz do petroil e nem demos por isso.  
Muito obrigado aos anfitriões e á Cristina Taquelim e momentos destes se repitam mais vezes.